quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

Questão existencial

Este post não é para comentários ou explicações ou negativismos.ou palmadinhas nas costas.. apenas uma questão existencial minha (que não me vai impedir de seguir para a frente com a minha vida, entenda-se bem)...
Mas realmente só posso ter mesmo um feitio de merda e insuportável....
Senão como se explica que o pai da nuvenzinha tenha decidido ir embora, deixar-me a mim e à filha e preferir, segundo ele diz, estar sozinho?
E nã me venham com a treta que o problema é dele, porque ninguém acaba uma relação sem haver culpa da outra parte (mesmo quando pode, ou não, haver outra pessoa ao barulho, uma relação acaba por culpa das duas partes... digo eu...)
É que com a ex-mulher, que sempre disse nunca ter amado, casou-se e viveu 8 anos e teve 2 filhos.
Comigo, que era suposto ser o amor da vida dele (até usava aliança, coisa que disse nunca ter feito durante o anterior casamento), nem 1/4 disso aguentou! Só pode mesmo ser problema do meu feitio de merda, não consigo ver outra explicação (porque ele jura a pés juntos que não é por causa de outra mulher.... claro...)
Enfim... fica a questão, que assumo será rapidamente arrumada nas coisas que passaram na minha vida e me marcaram como mais uma aprendizagem para o futuro (especialmente que não se pode confiar cegamente em toda a gente) - que mais poderia/deveria ter feito?
Dei tudo o que tinha e não tinha, a minha casa, vida, alma, apoiei em tudo e mais alguma coisa,... e mesmo assim não chega... ainda tinha de estar sempre bem e ser a amante perfeita?
Não sou perfeita, sou muito, muito imperfeita. 
E estou cansada, muito cansada. 
Não consigo ser a mulher perfeita, a mãe, a amante... mas nunca desisti de lutar por algo em que acreditava... até dia 24/12/2010, em que percebi que estava a lutar sozinha. 
E em que percebi que realmente devo ser muito má pessoa, pois se a outra tinha tantos defeitos, não o apoiava, etc... e mesmo assim ele lutou pela relação e pelos filhos durante 8 anos... eu e a minha filha não devemos mesmo valer a pena o esforço.
Só isso me entristece... mas passa depressa.... o sorriso dela faz com que estas tristezas sejam rapidamente esquecidas.
Pode ser que um dia consiga perceber... mas se esse dia não chegar não vou morrer...
Porque está óbvio que com esta idade não vou conseguir mudar de feitio... por mais que tente...

6 comentários:

Fátima disse...

Oh Nuvem, a sério que queria dizer algo muito inteligente com argumentos plausíveis que explicassem isso, mas não sei o que te diga. O ser humano é imprevisível e surpreendente!

Quando se ama de verdade não quer-se estar sozinho, certo? Queremos partilhar tudo e mais alguma coisa com a pessoa amada, não é? Digo eu que não percebo nada de amores/paixões etc e tal.

Bjs

Bloguótico disse...

Agora percebo o coment deixado há dias quanto à entrega dos meus votos ao pai da Laia! :S
Como pedes, este coment não terá palmadinhas e afins, desde logo também por não ser a pessoa mais indicada para o fazer, por diversas ordens de razões...
Sendo assim, lamento que tal tenha sucedido! Beijinho para a bebé e mamã!!

Nuvem disse...

Fátima e Bloguótico - obrigada, mas realmente é algo que deve ter uma explicação simples (o meu mau feitio) mas que a mim me escapa...
não acredito em pessoas ficarem juntas sem amor, mas acredito em lutar por uma relação...
mas neste caso, parece que o amor acabou... é a vida

beijinhos

Anónimo disse...

Já falámos sobre isto, não é verdade? Mas...

"Se um dia...
...
a palavra "amor" se calar em todos os lábios
a falta de valores e de carácter se afirmar, predominante
...
as cidades saturadas de gente ficarem vazias de vida
e as nossas vidas não tiverem mais sentido...
Continuará a brilhar uma flor."

E tu já tens a tua flor...

Water disse...

já por diversas vezes tentei escrever... mas não me sai rigorosamente nada, beijos pa ti e para tua mais que tudo e se bem sei não é isto que te deita abaixo, o melhor tens tu nos braços

Nuvem disse...

Minha querida "anónima", obrigada pelas palavras, mas a dúvida permanecerá para sempre :)

Water - não é mesmo para palavras... é apenas uma daquelas questões que uma pessoa se coloca nestas situações... enfim...

beijinhos aos dois

Related Posts with Thumbnails