segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

Como?

Como explicamos a uma criança de 10 meses (e que há 2 não vê o pai) que não pode ficar acordada para estar com ele?
Como lhe explicamos que aquela pessoa que chega às 19h, brinca um pouco, dá jantar e se vai embora depois do banho das 21h gosta dela, mesmo não estando nunca com ela nem tentando estar mais tempo com ela?
Como explicar que aquela pessoa que está com ela das 20h30 às 21h30 nos restantes 2 dias que vai estar na região gosta dela e é o pai dela?
Como lhe explicar que não pode chorar para estar com ele/ ao colo dele / agarrada a ele, porque ele escolheu ir embora, mesmo sendo pai dela?

Como explicar tudo isto a uma criança de 10 meses que chora porque não quer dormir e quer aproveitar para estar com o pai que adorava?

Como explicar que o pai imagina a mãe como sendo tão fdp e tão cheia de defeitos que ele nem conseguiu aguentar/lutar/resistir para passar o primeiro natal com ela?
Tão fdp que ele nem foi capaz de vir passar o fim de semana com a filha, mesmo sem ter trabalho no fim de semana e tendo que vir na 2ª para a região?
Tão fdp que quando vai ver os filhos fica em casa da ex-mulher (que sempre disse que não suportar) para estar o máximo de tempo com eles, mas quando a vem ver a ela vem só ao fim do dia e fica num hotel?

Como explicar que os irmãos tiveram direito a ter o pai muito mais tempo do que ela algum dia teve (já que ele foi embora quando ela tinha 8 meses), e mesmo estando muito mais longe conseguem ter mais atenção/dedicação/amor do pai do que a que ela tem?

Digam-me, porque eu preciso de explicar à minha filha porque não pode ficar a chorar por o pai (que não via há quase 2 meses) ir embora - e não consigo!!!

3 comentários:

Fátima disse...

Aiii Nuvem como eu gostaria de ter uma resposta pra explicares à tua filha tão inocente, tão pequenina que existem coisas na vida que não têm uma explicação digna e racional, que estão pra além da compreensão humana...
Muito sinceramente não sei o que te diga :(
Entristece-me tanto essas situações.

Beijo com carinho

SCrespo disse...

acredita que não há como.. ela com o tempo vai perceber o que é bom e mau para ela.. e criar as suas proprias defesas....
é triste.. pk mereciam melhor...

Nuvem disse...

Fátima - mas faz parte da vida... e ela vai aprender a viver com isso.
mas custa-me horrores ver a adoração que tem pelo pai e o quanto sofre quando ele se vai (mesmo que depois fique bem e, aparentemente, se esqueça disso). E ontem foi isso... a excitação de estar com ele e não querer perder um minuto a dormir e só querer o colo dele... custou-me muito.
Mas ele faz o que pode...

SCrespo - pois...
mas entretanto... é viver um dia de cada vez...

mas sim, custa-me ver a ansiedade dela para não dormir e pdoer estar com ele.
Mas vai aprender a viver com isso - todos aprendem!

beijinhos

Related Posts with Thumbnails